Pastor de 69 anos se emociona ao voltar à igreja após 100 dias internado com covid-19

27/04/2016

Pastor Jonathan Mitchell é levado à frente da igreja para pregar, após ficar 100 dias internado por Covid-19. (Imagem: WKBN / Reprodução)

Após 100 dias consecutivos de internação devido à Covid-19, um pastor de 69 anos em Ohio voltou à sua congregação no domingo para pregar um sermão.

Jonathan Mitchell, pastor da Igreja de Deus ‘Faith Fellowship’, em Youngstown, que foi colocado em um respirador por 30 dias e mantido na UTI por mais um mês (além de mais 40 dias de internação) enquanto estava no hospital, estava de volta à igreja no domingo para pregar seu primeiro sermão após tanto tempo, segundo o jornal WKBN relatou.

“Esta é a minha vida, não sei fazer mais nada. Esta é a minha vida e honro a Deus e agradeço a Ele por esta oportunidade e por ver que a igreja ainda me quer aqui”, disse Mitchell.

O pastor recebeu alta do hospital em 15 de julho. No caminho de volta para casa, foi-lhe dito que parariam na igreja para pegar correspondências. Mas muitos membros estavam esperando na igreja para cumprimentá-lo, informou o jornal anteriormente.

“Meu Deus, meu coração está batendo forte. Meu coração está sobrecarregado de alegria”, ele disse, emocionado. “Minha igreja, olhe para eles. Eu os ensinei a amar por cinco anos. Olhe para eles. Eles são pessoas que amam”.

Ele também brincou: “Eu sou um homem diferente agora. A Covid-19 me deu cabelos ondulados e encaracolados”.

Recordando seu tempo no hospital, Mitchell disse: “Uma enfermeira veio até mim e disse que me perderam duas vezes, disse que me chamavam de ‘homem-milagre’”. Ele acrescentou que chegou a perder as esperanças em um ponto, mas Deus o lembrou do primeiro mandamento: “Você me amou hoje?”.


Restauração

Em abril, um pastor da Virgínia, Kenny Baldwin, da Crossroads Baptist Church, no condado de Fairfax, compartilhou com sua congregação, depois de ser libertado do hospital, que ele apresentava sintomas graves e horríveis do Covid-19 e que clamava a Deus por “uma chance.”

“O médico basicamente disse que, com esta doença, você vai piorar rapidamente ou vai se segurar e, eventualmente, melhorar”, disse ele na época. “Eu estava implorando: ‘Deus, por favor, me dê uma chance. Por favor, me faça passar por isso’”.

Ele disse que tudo o que tinha era o Senhor. “Eu vi Deus e o experimentei de uma maneira como nunca antes, e ele me lembrou que Suas promessas são verdadeiras e que Sua palavra permanece e que Ele nunca nos abandona”.

Fonte: Guia-me com informações de The Christian Post

0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor no Ar

Laercio

Louvores

02:00 - 08:00

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Worship

A Casa É Sua

02.

Aline Barros

Sonda-me e Usa-me

03.

Ministério Zoe

Aquieta Minh'alma

04.

Midian Lima

Não Pare

05.

Preto no Branco & Gabriela Rocha

Ninguém Explica Deus

Patrocinadores